Institucional

• Números

• Estatuto social

• Comunicados

Atas

Links

 

 

HISTÓRICO

O Centro das Indústrias Exportadoras de Rochas Ornamentais, entidade de âmbito nacional administrada pelos próprios empresários, busca trabalhar as questões coletivas, fomentar as exportações e desburocratizar o segmento do mármore e granito.

O órgão surgiu em virtude do crescimento nas exportações e por conseqüência do grande volume de problemas no setor de exportação (principalmente a logística), no final de 2004.

Em tão pouco tempo de atuação, a instituição continua em crescente evolução, tornando-se cada vez mais forte e consolidando-se com o sucesso de vários projetos.

Hoje, o principal desafio do Centro é difundir o espírito cooperativista no setor, atingindo o micro e pequeno empresário exportador.

CONSELHO ADMINISTRATIVO

VALDECYR ROBERTE VIGUINI (Presidente)
ADILSON BORGES (Vice-Presidente)
TALES PENA MACHADO
JOÃO LAVEGLIA NETO
ALTIVO BAHIA DUARTE
CÉLIO ANDRADE
ANÍBAL SOUZA
KEITH DESMOND CYRIL LATTUF CATTLEY
GIAN MARCO BIGLIA
ÁUREO VIANNA MAMERI
JOSÉ GILBERTO SIBIN


SUPLENTES CONSELHO ADMINISTRATIVO

SILVIA FERRAZ N. DE TOMMASO
RODRIGO SCARAMUSSA
WELLERSON SOUZA BRANDÃO
ZENILDO PETRELLI NUNES
GERALDO SANTANA MACHADO
MARCELO MUCCIOLO
FRANCISCO GUILHERME DUARTE DA ROCHA
ADEMIR PASSEBOM DEBONA
ERMIC MALACARNE COSTA
LEONARDO DE FREITAS TATAGIBA
JESUS ROQUE LUBIANA


CONSELHO FISCAL

GIORGIO VENEZIANI
RONALDO SOARES AZEVEDO
DANTE ZEFERINO NAPOLI


SUPLENTES CONSELHO FISCAL

ED MARTINS ANDRÉ
OLÍMPIO BUENO MORATO

ÁREA DE ATUAÇÃO

• Negociações coletivas com prestadores de serviço na área de exportação, buscando diminuição de custos;

• Análise e acompanhamento do volume de exportações;

• Orientações com relação à tributação no setor exportador;

• Evolução contínua na área de logística. No Espírito Santo, onde o processo logístico é mais crítico, desenvolvemos vários projetos em parceria com as entidades: Sindirochas, Credirochas, Cetemag, Maqrochas e Sindimármore;

• Representação do exportador em todos os órgãos estaduais e federais, visando identificar os gargalos do setor, que impedem, dificultam ou tornam demasiadamente onerosa a exportação de rochas ornamentais;

• Realização de acompanhamento e análise crítica das oportunidades e ameaças do setor de rochas em todo o mundo.